Logo surgiram várias soluções inovadoras, que foram vendidos como produtos OEM a conhecidos nomes como Philips, AEG/Matra, Marantz, Maxon e Kenwood. A Rohill também firmou uma parceria com a National Semiconductor para o desenvolvimento de ASICs para o mercado das comunicações móveis.

Até o final da década de 80, a Rohill expandiu suas atividades para o mercado internacional de PMR com o desenvolvimento e a venda de sua própria gama de produtos.

Em 1990, Rohill introduziu um sistema de Trunking Digital Modular (MDTS), que foi baseado no protocolo de sinalização aberto MPT-1327. Atualmente, mais de 150 sistemas de radiocomunicação MDTS estão operacionais em todo o mundo, comprovando a alta confiabilidade do produto. Os MDTS foi, sem dúvida, uma solução avançada na época de seu lançamento. Desde então, a Rohill manteve-se na vanguarda da tecnologia PMR. 

Com a solução de próxima geração digital, TetraNode, a Rohill foi a primeira a oferecer um recurso de multi-protocolo, permitindo uma migração suave, de equipamentos mais antigos. A capacidade pode ser ajustada em uma rede escalável TetraNode garantindo um custo acessível desde de uma pequena rede ate redes de implantação nacional. Após o lançamento de TetraNode, a Rohill decidiu especializar-se ainda mais no sistema de infra-estruturas e soluções relacionadas ao sistema TETRA. A adesão da Rohill a um modelo, de hardware comercialmente disponível (COTS) e software de padrões abertos, tem provado ser de particular valor para os governos e os utilizadores industriais. Eles podem selecionar terminais rádio e outros componentes de vários fornecedores, permitindo uma maior escolha e garantindo a disponibilidade de peças do sistema no futuro. Com mais de 40 anos de experiência na indústria, a Rohill ganhou o respeito do mercado das comunicações rádio profissional e ganhou uma excelente reputação internacional para o fornecimento de redes e soluções especializadas.